Você sabe o que é o Tarot e a Jornada do Louco?

Atualizado: 28 de jun. de 2021

Os últimos estudos feitos sobre Tarot dizem que os primeiros baralhos foram criados entre 1410 e 1430 no norte da Itália, no período do Renascimento.


Ao longo do tempo, as cartas viraram alvo das sociedades esotéricas, que difundiram gradativamente suas doutrinas a partir de variadas reinterpretações das imagens medievais. Assim, abriram caminho para os estudos de análises pessoais e auto-conhecimento que até os dias atuais são desenvolvidos e aprimorados. Longe de ser um objeto de adivinhação, é um mergulho no interior de si próprio.


O Tarot é um conjunto de 78 cartas chamadas de arcanos (arcano = mistério, segredo), que estão divididas em dois grupos: os 22 Arcanos Maiores e os 56 Arcanos Menores. Trata-se da Jornada do Louco, que pode ser facilmente comparada a nossa jornada na busca de auto-conhecimento e entendimento sobre nossas ações na vida, consequentemente até quais próximos passos seguir, objetivos a traçar, problemas a evitar e assim por diante.


Apesar de muitos entenderem de maneira errônea, o tarot está longe de resolver qualquer problema como num passe de mágica com “Abracadabra”, na verdade ele tem o propósito de fornecer estratégias para alcançar objetivos e fazer com que se reconheça erros em determinadas circunstâncias.

A leitura de um jogo oferece prognósticos de modo objetivo e faz do aconselhamento uma oportunidade de seguir o melhor caminho em cada questão levantada. Com isso, as cartas indicam o que pode aparecer no seu caminho, se você continuar por ele - pois seu livre-arbítrio que molda seu futuro. Tudo para acontecer ainda depende das suas tomadas de decisões, o tarot não fará por você.


Os baralhos mais conhecidos atualmente são: Tarot de Marselha - sendo esse o mais antigo já criado, Tarot Egípcio, Tarot Mitológico, Baralho Cigano, Petit Lenormand e Tarot dos Orixás. Você já esteve em contato com algum desses? Me conte nos comentários!


#tarotsemlimites #tarot #jornadadolouco

0 visualização0 comentário